Documentos orientadores

Documentos orientadores

ri20172021

Regulamento Interno 2018/2021

O presente regulamento interno destina-se a orientar o regime de funcionamento deste Agrupamento, adequando-o ao estipulado na Lei nº 3/2008, de 18 de janeiro, Decreto-Lei nº 75/2008, de 22 de abril, alterado pelo Decreto-Lei nº 224/2009, de 11 de setembro e pelo Decreto-Lei nº 137/2012 de 2 de julho, e demais leis vigentes, prevendo também todos os casos omissos nos referidos diplomas legais e que se mostrem adequados ao bom funcionamento das escolas do Agrupamento de Escolas do Sudeste de Baião. Assim, pretende este regulamento estabelecer normas de funcionamento dos órgãos de administração e gestão, das estruturas de orientação educativa e dos serviços de apoio educativo, bem como os direitos, deveres e medidas disciplinares a aplicar aos alunos. Este documento não deverá contudo ser considerado um produto final, mas sim, uma proposta de modelo, suscetível de ser reformulado de acordo com a legislação em vigor e as necessidades sentidas pela comunidade escolar.

paa2018

Plano Anual de Atividades 2017/2018

O Plano Anual de Atividades do Agrupamento constitui-se num conjunto de ações que visa alcançar a globalidade da comunidade educativa que procura construir a sua própria aprendizagem, de forma a alcançar a autonomia. Trata-se, assim, de um documento que garante o cumprimento dos objetivos gerais e estratégicos do Projeto Educativo do Agrupamento e, por consequência, os eixos de intervenção que norteiam o Plano de Melhoria TEIP. Desta forma, procede à programação das ações necessárias para o efeito e de todo um conjunto de itens necessários à sua plena execução.
1.º eixo de intervenção: Melhoria das Aprendizagens;
2.º eixo de intervenção: Prevenção do abandono e Absentismo e Regulação do Clima de Escola;
3.º eixo de intervenção: Gestão e organização do Agrupamento;
4.º eixo de intervenção: Relação Escola – Família - Comunidade e Parcerias.
Pretende-se uma escola de sucesso construída com o empenho de toda a comunidade que aposta no trabalho de todos e para todos. Assim, as aprendizagens não serão atos isolados e fechados num currículo, determinado pelos dogmas estabelecidos por um conjunto de entidades exteriores ao meio. Procura-se, assim, através deste Plano, valorizar a cultura do meio e promover o gosto pela escola e por todas as variantes que a envolvem. Por isso, encontra-se no desenvolvimento deste Plano, a preocupação das diferentes áreas curriculares em fortalecer as competências ligadas às várias literacias e também proporcionar meios para evitar o abandono, absentismo e insucesso escolar e, assim, melhorar as aprendizagens e o clima da escola e, por inferência, promover um ensino de qualidade.

pedc2018

Planos de Estudo e de Desenvolvimento do Currículo

Este documento, Planos de Estudo e de Desenvolvimento do Currículo, constitui um instrumento de gestão pedagógica que permite a operacionalização do Projeto Educativo do Agrupamento e explicita, em função do Currículo Nacional, o nível de prioridades definidas face às características e contexto do nosso território (TEIP), de acordo com a avaliação diagnóstica, num processo aberto, dinâmico e de adaptação constante. Na construção deste documento, pretendeu-se o envolvimento de toda a comunidade educativa, tendo como horizonte um ensino de qualidade e práticas de melhoria contínua. Procurou-se coerência, coordenação, articulação e harmonia, sendo este plano resultado de discussão participada e de consensos atingidos. A existência de soluções concertadas de ações pedagógicas e práticas de ensino ajustadas à nossa realidade educativa justifica as opções e permiti-nos o cumprimento dos objetivos que traçamos. Importa garantir a sequencialidade da aprendizagem e a articulação dos diferentes níveis de ensino, de forma a potencializar a duração de toda a escolaridade. Este documento resulta de um conjunto de decisões partilhadas pela equipa de docentes dos diferentes níveis de ensino do agrupamento, procurando a existência de uma maior coerência a na sua atuação.

Plano de formação

Este plano de formação é parte integrante do Plano Anual de Atividades.
Pode ser encontrado a partir da página 45.

pj20172020

Projeto Educativo TEIP 2017/2020

O Projeto Educativo do Agrupamento de Escolas do Sudeste do Concelho de Baião foi elaborado com a participação da comunidade educativa, a partir da ideia de que com o trabalho de todos os intervenientes e confiança nas nossas crianças e jovens atingiremos o sucesso educativo. Por se tratar de um Território Educativo de Intervenção Prioritária (TEIP), a nossa ação torna-se mais exigente e visa prevenir a exclusão social, o abandono e absentismo escolares e, assim, potenciar o sucesso educativo.
Enquanto instrumento de planeamento estratégico do Agrupamento e organizador das suas finalidades, o Projeto Educativo é um guia orientador para a Comunidade Educativa no triénio 2013-2016. Sem descurar qualquer área do saber, trabalharemos afincadamente o desenvolvimento de competências com especial incidência nos domínios do Português, Matemática e Inglês, porquanto são áreas onde é vital superar falhas diagnosticadas. A intenção é estruturar a formação integral dos nossos alunos para que sejam pessoas responsáveis, autónomas e solidárias. Aspiramos incutir valores de respeito pela diferença e pela tolerância, incentivando a prática desportiva e a criação artística. A máxima é assegurar um crescimento saudável alicerçado na partilha, cooperação e solidariedade e na valorização do património natural e histórico-cultural da região.
Nesta lógica, importa formar e informar a sociedade estudantil. Para tal, desejamos contar com a implicação ativa de toda a comunidade educativa – alunos, professores, pais, encarregados de educação, pessoal não docente e de todos os parceiros sociais e económicos da região, com os quais celebramos protocolos e parcerias.

Plano Plurianual de Melhoria

Plano Plurianual de Melhoria 2015/2017

O presente Plano Plurianual de Melhoria (PPM) está estruturado com base nas linhas orientadoras definidas pela EPIPSE/DGE e contempla a contextualização do agrupamento, levantamento e avaliação dos fatores facilitadores de sucesso, bem como dos problemas e áreas prioritárias de intervenção. Um processo exigente que resulta do esforço de todos.
As áreas priorizadas refletem o caminho de consciencialização crítico-reflexiva resultante do processo de monitorização e avaliação interna e da ação inspetiva realizada pela equipa de avaliação externa da IGEC, em novembro de 2014. As metas traçadas, para um horizonte de três anos, em/para cada eixo - Avaliação Externa; Avaliação Interna; Interrupção Precoce do Percurso Escolar, IPPE; Indisciplina- espelham a ambição do Projeto educativo.
A construção de uma escola para todos implica uma lógica de continuidade e sequencialidade pedagógica. Com essa intenção, as ações que estruturam o presente plano procedem, regra geral, do plano de melhoria anterior (2013/2014). As mudanças significativas aconteceram ao nível do público-alvo, objetivos, indicadores e critérios de sucesso.

BOLETIM ESTATÍSTICO

N.º 3
1.º PERÍODO
2013/2014

BOLETIM ESTATÍSTICO

N.º 1
1.º PERÍODO
2012/2013